• Blog

Lombar, como aliviar a dor?

Lombar, como aliviar a dor?

Conhecida como Lombalgia, a dor na lombar é um problema muito comum, sendo a segunda maior queixa nos consultórios médicos. Aproximadamente 80% da população mundial, em alguma fase da vida, desenvolverá alguma dor na coluna. A dor na lombar pode ser divida em três fases: aguda, subaguda e crítica. A dor aguda na lombar geralmente perdura entre 1 a 3 semanas. A fase subaguda dura entre 4 a 8 semanas. A fase crônica é quando há presença da dor lombar a mais de 3 meses.

Causas da dor na lombar

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, as causas de dor na lombar são inúmeras, que vão desde má postura até infecções e degeneração dos discos da coluna. Na maioria dos casos, os motivos causadores de dor na lombar são: esforços repetitivos, excesso de peso, pequenos traumas como quedas, condicionamento físico inadequado, erro postural, posição não ergonômica no trabalho. 

Lombalgia, como identificar?

O diagnóstico da dor na lombar geralmente é clínico, ou seja, em uma consulta comum com o clínico geral, ao relatar o histórico da dor, já poderá ser constatada a Lombalgia. Em alguns casos mais críticos que apresentam outros sintomas como febre, dor persistente entre 4 a 6 semanas, perda de peso e afins, são solicitados exames de imagem como: raio X, tomografia computadorizada, ressonância magnética e a mielografia, para buscar a raiz do problema. 

Dor na lombar, qual médico procurar?

Geralmente o médico clínico geral recebe as primeiras queixas, e dá o diagnóstico conforme o histórico da dor. Porém, o ortopedista é o médico especialista, o qual além de diagnosticar a Lombalgia, irá prescrever os devidos tratamentos em busca de alívio da dor e solução do problema.

Lombalgia, como tratar?

Existem alguns tipos de tratamentos para dor aguda e crônica na lombar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, em raros os casos são recomendadas intervenções cirúrgicas.  Entre os tratamentos estão os medicamentosos e os não medicamentosos, conforme abaixo:

1.Tratamentos medicamentosos para Lombalgia: 
  1. Remédios anti-inflamatórios.
  2. Remédios  analgésicos. 
  3. Relaxantes musculares.
  4. Corticóides.
  5. Opióides.
2. Tratamentos não medicamentosos para Lombalgia: 
  1. Fisioterapia.
  2. Laserterapia.
  3. RPG.
  4. Pilates.
  5. Reeducação postural.
  6. Exercícios de alongamentos.
  7. Acupuntura.

Dor na lombar, tratamento com Laserterapia 

Um artigo publicado na revista argentina Efdeportes indica que a Laserterapia é um tratamento não invasivo e eficaz na alívio da dor lombar e aumento na força da musculatura extensora dorsal. O tratamento com Laserterapia, é uma bioestimulação, sendo assim um tratamento natural, não há uma intervenção invasiva como cirurgia, ou química como remédios.

Vale destacar que a Laserterapia se mostra como um recurso terapêutico eficaz, sem contraindicações e efeitos colaterais, gerando grandes benefícios ao tratamento da causa e alívio da dor.  

Dentre os benefícios da Laserterapia no tratamento da Lombalgia, podemos observar alguns pontos importantes: 

  • Estímulo e aumento na produção de ATP.
  • Liberação de hormônios como Serotonina e Endorfina.
  • Inibição de produção de inflamação.

O tratamento da dor lombar com Laserterapia, melhora a circulação sanguínea na região, estimula a regeneração tecidual, proporciona alívio da dor e diminuição do processo inflamatório, em curto, médio e longo prazo. 

Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia; Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e Efdeportes.

Ficou interessado?

Envie sua dúvida ou solicitação sobre nossas soluções para um de nossos especialistas.

© FBX Medical 2021 | Política de privacidade